Skip to main content

Como a Realidade Aumentada está Mudando o Comportamento do Consumidor

O comportamento do consumidor está sempre a mudar, à medida que as pessoas procuram formas mais fáceis de comprar produtos de boa qualidade.

Hoje, elas esperam mais do que nunca, e isso inclui comunicação personalizada, atendimento ao consumidor receptivo e práticas comerciais éticas.

Um poderoso impulsionador por trás disto é a tecnologia, que avançou consideravelmente ao longo das últimas décadas. Esta inovação molda o comportamento do consumidor e dita o que as empresas podem e não podem fazer digitalmente.

A realidade aumentada é uma dessas inovações, e sua capacidade de enriquecer a experiência de compra está tendo um impacto real no comportamento do consumidor.

É um tema digno de debate, sobretudo porque terá uma enorme influência nas estratégias de marketing no futuro próximo, se não já.

Mas o que é a realidade aumentada, e como ela está afetando o comportamento do cliente?

Vamos dar uma olhada:

O que é a Realidade Aumentada?

Em termos simples, a Realidade Aumentada (RA) é uma versão melhorada do mundo real.

Esta tecnologia toma o que vemos à nossa volta e sobrepõe-se ao conteúdo gerado por computador, sob a forma de som, imagens, gráficos e dados de localização.

E, embora alguns possam ler isto e pensar "novidade", a realidade aumentada é na verdade uma invenção tão importante como o iPhone. Sustentado pela inteligência artificial, é a porta de entrada para o metaverso, e vai dar um jeito de moldar o futuro de nossas vidas digitais.

Já é um grande negócio, mas espera-se que a realidade aumentada cresça para uma indústria de 250 bilhões de dólares até 2028(Statista). Isto será facilitado pelo lançamento do 5G, que aumentará significativamente o potencial desta tecnologia.

Não deve ser confundida com a realidade virtual, que oferece uma experiência completamente digital, com espectadores cegos para o mundo real ao seu redor.

A realidade virtual também requer um monte de hardware caro. Em contraste, uma das grandes coisas da realidade aumentada é como ela é acessível para os consumidores, que só precisam de um smartphone com uma câmera funcionando.

Existem agora mais de seis bilhões desses dispositivos em uso em todo o mundo(Statista), e isso significa que as empresas que integram a realidade aumentada em suas estratégias de marketing podem esperar, realisticamente, que os consumidores tenham acesso a ela.

Realidade Aumentada e a Experiência do Cliente

A experiência do cliente - ou CX - é importante porque dita os processos de decisão dos consumidores.

Há muitas evidências que comprovam isso; 65% das pessoas são mais influenciadas pela CX do que pela publicidade tradicional(PwC), enquanto 74% são mais propensas a comprar apenas em virtude desse fator(Forbes).

Em última análise, um grande CX ajudará sua empresa a se destacar da concorrência - ele atrai novos clientes, aumenta sua capacidade de reter os já existentes e melhora sua reputação.

Como tal, é considerado fundamental para o crescimento sustentado de qualquer negócio - mas o que define um grande CX?

Simplificando, um grande CX é aquele que coloca o cliente em primeiro lugar, e é projetado para que cada parte da jornada do cliente seja personalizada e livre de stress. E quando se trata de marketing e internet, as empresas precisam encontrar a melhor maneira de dar vida aos seus produtos.

Neste sentido, a realidade aumentada é óptima. A forma como ela une o mundo digital e real oferece às empresas uma oportunidade de criar experiências memoráveis e imersivas para os consumidores, que se conectarão com eles em um nível mais emocional.

Por exemplo, em vez de simplesmente navegar por imagens de roupas em um site, os consumidores podem virtualmente caminhar pela loja, selecionar algo para experimentar, e então ver como eles se parecem neles.

Esta tecnologia é divertida mas ainda relativamente nova, nova e emocionante para os consumidores, e é, portanto, uma ótima maneira de aumentar o envolvimento.

A pesquisa corrobora isso, com as experiências de AR retornando uma taxa de conversão que é 94% maior do que a do marketing tradicional(Deloitte).

Exemplos do Mundo Real de Realidade Aumentada

A realidade aumentada já existe há algum tempo, mas é provavelmente mais conhecida pela sua utilização em filtros Snapchat e pelo mundo dos jogos online.

O primeiro exemplo que me ocorre aqui é o Pokémon Go, que se tornou uma sensação global em 2016 e atraiu 232 milhões de jogadores no seu auge - gerando a Nintendo 1,23 mil milhões de dólares só em 2020.

A geração mais jovem está muito acostumada a ver a realidade aumentada. Uma proporção cada vez maior de conteúdo no Snapchat e no Tik-Tok é imersiva, e outras plataformas de mídia social estão perseguindo seu sucesso aqui.

Mas as percepções de que é principalmente para os jogadores ou para uma coisa jovem estão mudando.

Hoje, suas impressões digitais podem ser encontradas em toda parte, desde moda e medicina até turismo e viagens. As adaptações modernas incluem espelhos de beleza inteligentes, camarins, visualizadores de móveis e guias de viagem.

Realidade Aumentada e Comportamento do Consumidor

Os hábitos de compra estão sempre mudando, e a realidade aumentada está impactando os consumidores tanto quanto a chegada da internet, ou o salto do computador para o celular.

O mercado do comércio eletrônico explodiu nos últimos anos. Foi impulsionado significativamente pela pandemia da COVID, que teve um impacto poderoso no comportamento do consumidor, com novos hábitos estabelecidos para continuar no futuro.

Um impacto é o aumento da proporção de pessoas que fazem compras online. E, embora isto tenha os seus méritos, é demasiado fácil comprar produtos que não correspondem às nossas expectativas.

A realidade aumentada vai de alguma forma à resolução deste problema, uma vez que permite aos clientes tentarem antes de comprarem, e podem usar a interface para resolver problemas - tanto antes como depois da compra.

Os consumidores também ajustam suas expectativas às novas realidades, e os 4,6 bilhões de usuários de mídias sociais do mundo são expostos diariamente à realidade aumentada - quer eles percebam ou não.

A RA está também a impulsionar o surgimento de enormes comunidades multiplayer online como Fortnite (350 milhões de utilizadores) e Animal Crossing (230 milhões de utilizadores). Estes números são suficientemente grandes para que sejam considerados comunidades sociais por direito próprio, e estão a aclimatar os jogadores para a RA.

Como tal, esta tecnologia está agora a moldar os hábitos de compra do futuro.

A realidade aumentada também está afetando psicologicamente os consumidores, com estudos mostrando como ela estimula os receptores de prazer de um usuário. Este forte vínculo emocional faz com que se sintam em algum nível como se já possuíssem um produto, o que aumenta o potencial de uma venda, com reais implicações na segmentação do cliente e na comunicação de marketing.

Para um Futuro Aumentado

Em essência, a RA trabalha para diminuir o espaço entre o nosso mundo digital e físico.

Ele permite às pessoas experimentar visualmente produtos e ver destinos, e torna a experiência de compra mais divertida.

Também está a criar novas formas para os marqueteiros se envolverem com os consumidores, e com as vendas impulsionadas pelo AR a explodir num futuro próximo, tem o potencial de mudar substancialmente a forma como as empresas fazem negócios.

A realidade aumentada veio para ficar, e os marqueteiros podem integrá-la em suas comunicações, ou ficar para trás em termos competitivos.